sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Professores estaduais decidem não entrar em greve


Professores decidem não entrar em greve
14/09/2007 - 17h25
Professores da rede estadual decidem não entrar em greve

Depois de duas horas reunidos em assembléia, os professores da rede estadual de São Paulo decidiram não entrar em greve no Estado de São Paulo. O Diretor da Apeoesp(Sindicato dos Professores do Ensino do Estado de São Paulo), José Wilson Maciel, disse que a proposta da categoria não foi aprovada pela Secretaria Estadual da Educação e a categoria acatou a decisão.
"O governo não prioriza a educação. Acima das nossas reinvindicações de reajuste salarial, estamos lutando pela qualidade do ensino. Se a política continuar dessa forma, a educação vai perder cada vez mais a qualidade",sem contar que a proposta de incorporar somente um abono que representa de 0% a no máximo 8% dependendo da referência do professor, disse Maciel. Uma nova assembléia está marcada para acontecer no próximo dia 28. "Até lá vamos continuar com os nossos atos e reuniões. Vamos ver quando sensibilizaremos o governo".
Cerca de 5000 professores da rede pública de São Paulo se reuniram em frente à Secretaria Estadual de Educação, na Praça da República, na tarde desta sexta-feira (14). Eles reivindicam aumento salarial e melhores condições de trabalho para a categoria. Segundo a assessoria da Polícia Militar, o protesto ocorreu sob controle.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog